New York - Central Park

Por Rachel Duarte

Ir ao Central Park foi o primeiro passeio que fizemos após descansar da viagem até Manhattan. Esse grande centro verde plantado no meio da cidade é o coração que faz o oxigênio por lá circular.

O clima no parque é maravilhoso e não poderia ser diferente. É possível encontrar várias famílias passeando com suas crianças e cachorros, amigos conversando, artistas se apresentando, pessoas fazendo picnic, atletas e não tão atletas se exercitando... É uma delícia curtir o dia inteiro nesse lugar tão especial e querido pelos nova iorquinos.

Estávamos hospedados em um apartamento próximo ao parque e formos andando para lá, algo em torno de 10 minutos. Começamos pelo lado East (leste) mais exatamente no zoológico que não entramos mas fomos à lanchonete ao lado onde comemos cachorro-quente, batata frita, hambúrguer vegetariano (uma delícia) e cervejas. Refeição mega no clima USA. Do lado de fora há mesas e cadeiras de onde pode-se observar e escultura Dancing Goat (Cabra Dançante). 

central-park-dancing-goat
Dancing Goat

O QUE VIMOS

Delacorte Clock e Honey Bear

Observando a vida das pessoas no parque, passei distraída sob o arco triplo construído em tijolinhos onde fica o Delacorte Clock. Passei batido por ele mas parei para observar o Honey Bear que fica logo próximo. Até ouvir uma musiquinha e ver uma banda formada por macacos, pinguim, hipopótamo, urso, elefante, cabra e um canguru, todos em bronze circulando sobre esse arco triplo. O relógio funciona das 8 da manhã até as 5 da tarde. São 44 músicas no total que são tocadas sazonalmente de meia em meia hora. 

Tanto o relógio como o urso, a cabra de Dancing Goat e outras esculturas espalhadas pelo Central Park, além de um teatro, são doações do filantropo e fundador da editora americana Dell Publishing.

Delacorte Clock
Delacorte Clock
Honey Bear
Honey Bear

Balto Statue

Quando houve um terrível epidemia de difteria em Nome, no Alaska, foi graças a um cachorro que as pessoas se curaram. Devido a nevasca que se instalara na região, somente trenós puxados por cachorros conseguiam sair da cidade em busca de medicamentos. O trenó liderado por Balto foi o primeiro a trazer a cura para o surto. 

10 meses após, a escutura do cachorro da raça husky siberiano fazia parte do Central Park.

Balto Statue

The Mall

Larga avenida onde as árvores fazem um "túnel" verde é a única desse tipo existente no parque. Por  aqui podemos encontrar pessoas fazendo bolas de sabão gigante, dançando e apresentando outras performances. 

central-park-the-mall

Naumburg Bandshell

Localizado no The Mall, essa concha acústica é onde acontecem apresentações de música clássica apresentadas principalmente pela Naumburg Orchestral Concert.

central-park-Naumburg-Bandshell

Bethesda Terrace, Bethesda Fountain e Milton Tiles

Na ponta inicial ou final (dependendo do caminho a se fazer) do The Mall encontramos o Bethesda Terrace de onde podemos avistar a Bethesda Fountain. 

Logo abaixo do terraço, temos uma parte inferior com um portal formado por 7 arcos com vários azulejos colocados no teto. São mais de 15 mil deles feitos pela Milton Tile Company, empresa inglesa de azulejos. Aqui é o único lugar do mundo onde existe um teto de azulejos. 

Só aqui nessa parte do parque, vimos 3 casais de noivos - reais e de modelos - fotografando. 

central-park-Bethesda-Terrace
Bethesda Terrace,
Bethesda Fountain
Bethesda Fountain
central-park-minton-tiles
Minton Tiles

Bow Bridge

Primeira ponte de ferro fundido do Central Park e segunda mais velha da América, a Bow Bridge é uma graça e um ponto super romântico.

central-park-bow-bridge
central-park-bow-bridge-

Strawberry Fields

Memorial feito em homenagem ao líder dos Beatles, John Lennon. Tem esse nome por causa da música Strawberry Fields Forever, nome de um orfanato onde Lennon ia brincar com as crianças quando era pequeno.

Costuma ficar cheio de gente ao redor, sempre tem alguém cantando músicas do cantar por lá. 

central-park-strawberry-fields

Dakota Building

Esse prédio fica bem próximo ao Strawberry Fields não por acaso. Foi aqui que John Lennon viveu com Yoko Ono e foi estupidamente assassinado em NY.

central-park-dakota-building

Adotar um banco

O Central Park conta com mais de 9 mil bancos e para conservar e sempre manter um dinheiro para manutenções a administração do parque arrumou uma ótima maneira de conseguir essa verba. Adopt-A-Bench é um programa que existe desde 1986 onde qualquer pessoa pode adotar um banco do parque e nele ter uma placa escrita com o que o dono do banco quiser. O preço do banco é um pouco salgado, a partir de US$7.500. Até agora foram mais de 3 mil deles adotados.

central-park-adote-um-banco

Shakespeare Garden

Esse jardim é fofo e muito perfumado. Aqui são encontradas flores e plantas que Shakespeare mencionou em suas peças e romances. É uma delícia ficar uns minutinhos pensando na vida nessa parte tranquila e pouco movimentada do parque. 

Essa flor branca, da segunda foto, tem um cheiro maravilhoso que invade todo o jardim...

central-park-Shakespeare-Garden-
central-park-Shakespeare-Garden-

Castelo Belvedere

Como esse castelinho oferece a melhor a mais alta vista do Central Park, o seu primeiro objetivo era de observar o antigo reservatório (hoje em dia o Great Law) ao nnorte e a Rambla ao sul do parque. 

Hoje em dia por aqui funciona um Observatório Meteorológico de New York. 

Para conhcer a parte interna, somente de 10h às 17h

central-park-belvedere-castelo
central-park-belvedere-castelo

Great Lawn

Sabe aquelas fotos onde as pessoas estão no Central Park em um imenso campo verde e os prédios aparecem atrás? É aqui. Essa parte é uma grande área verde onde os nova iorquinos e os visitantes aproveitam para fazer picnic, descansar ou jogar baseball em uma das áreas destinadas ao esporte.

central-park-great-lawn

Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir

O reservatório foi contruído em 1862 para abastecer a cidade de água durante as duas semanas de manutenção anual do Cronton Aqueduct.  Porém hoje em dia essa função se tornou obsoleta, mas o reservatório cotinua distribuindo água para outros locais do parque, como a Pool, o Loch, e o Harlem Meer.

Se prepare para ver um enchurrada de corredores se exercitando ao redor desse enorme "lago". Com um visual desse se esquece até que está correndo, né? Mas a pista está em obras e uma parte dela está interditada nos obrigando a corrida ou o passeio por fora. Não sei se a pista está toda ou só uma parte interditada, não fui até o final, mas dá para aproveitar bem e curtir bastante a vista na parte em que o caminho está aberto.

central-park-Jacqueline-Kennedy-Onassis-Reservoir

Esses foram os pontos que conseguimos visitar no Central Park. Ainda queríamos ir no Conservatory Garden, que é formado por 3 tipos diferente de jardim: italiano, francês e americano e depois irmos à Cathedral Saint John, The Divine mas já estava escurecendo e acabamos não indo. Mas fica a dica para quando você for pra lá :-)

DICA

Para organizar a visita ao parque, dá uma olhada no mapa interativo que tem no site oficial.

O que nos ajudou a otimizar bem o tempo para podermos ver os pontos que eram do nosso interesse foi o aplicativo para celular do próprio Central Park. Ele é ótimo porque tem um mapa, tem busca e se quiser você ainda pode ouvir alguns artistas falando sobre algum dos pontos interessantes de lá. 


INFO

- Brasileiros necessitam de visto para entrarem nos Estados Unidos.

 

- Passaporte válido por pelo menos 6 meses a partir da data da viagem.

 

- Moeda: Dollar

 

- Idioma: Inglês

 

- Fuso horário: 

No horário de verão brasileiro (de outubro a fevereiro) a diferença é de 3 horas a menos em New York.

No horário de verão americano (de março a novembro) a diferença é de 1 hora a menos em New York


- Transfer: Transporte New York



Compartilha, deixa a notícia viajar por aí, vai!



Write a comment

Comments: 0