Aniversário, cada ano um novo lugar...

Por Joanna Romano


Por Dan Taylor / Flickr
Por Dan Taylor / Flickr

Desde quando decidi me jogar no mundo, as coisas foram acontecendo naturalmente na minha vida, inclusive coisas que nunca imaginei viver um dia! Saí de casa sozinha com a minha mochila nas costas pela primeira vez quase 8 anos atrás, sabendo que nunca mais seria a mesma. Venho comemorando meu aniversário a cada ano em um lugar diferente, mas sem dúvida o que mais me marcou foi o penúltimo! 

Sou filha de brasileira com italiano, nasci e cresci no Rio de Janeiro, mas sempre tive uma fascinação por pessoas, línguas e lugares diferentes. Nunca tinha tido contato com a parte da minha família que ficou na Itália... Para mim e para o meu pai, eles eram apenas uns parentes distantes que a gente nunca teve ou teria contato. Meu pai foi morar no Brasil quando ainda era criança, naquela época, sem a tecnologia que temos hoje, era difícil manter contato com as pessoas assim tão longe. Foi quando numa viagem de turismo para a Europa, meu pai resolveu “dar uma passadinha” no lugar onde ele cresceu na Itália para ver se encontrava alguém que pudesse dar qualquer tipo de informação sobre o passado dele. 

Cidade pequena, todo mundo se conhece e quando meu pai se deu conta, já estava tomando um espresso com um primo distante. E isso foi só o começo… Esse tal primo o apresentou para o restante da família, e a partir desse momento, meu pai já era considerado membro da família, com a vaga garantida nos almoços de domingo. 

Nessa época eu estava morando em Londres, então já havia me programado para passar o final de semana do meu aniversário com o meu pai na Itália. O que eu não esperava, era o que estava pra acontecer. Meu pai me buscou no aeroporto e no caminho fomos colocando o papo em dia, já que não nos víamos haviam alguns meses. Quando chegamos em Paola, achei que só fosse deixar a mochila no hotel e sair para comer algo rapidinho, pois já estava um pouco tarde. Ao chegar no restaurante em frente ao hotel, tinham mais de 15 pessoas que eu nunca tinha visto na vida gritando meu nome e cantando parabéns em italiano. Era uma festa surpresa, com direito a um bolo delicioso de tiramisu e tudo!!! Todos os meus parentes que até pouco tempo eu nem sabia da existência estavam la, apertando as minhas bochechas e me entupindo de comida, como bons italianos! A sensação que eu tive, foi de como se eu tivesse crescido ali, e nunca tivesse saído de perto deles. 


Foi um final de semana inesquecível, passeando pela cidadezinha que meu pai passou a infância, provando todas as comidas (maravilhosas) da região, e fechando o final de semana com um almoço de domingo na fazenda da minha família. O almoço foi algo de outro mundo, não só pelo fato de estar ali tendo um verdadeiro almoço de família na Itália, mas porque tudo que estava na mesa tinha sido feito por eles. Depois de comer, fomos todos fazer um “tour” pela fazenda para ver de onde toda aquela comida deliciosa tinha saído. 


Em nenhum momento o fato de falarmos línguas diferentes (eu não falo italiano, e eles não falam inglês ou português) foi um problema. A nossa conexão foi tão forte que a língua ficou sendo só um detalhe. Depois dessa experiência, morar na Itália para aprender italiano esta no topo da minha lista de coisas pra fazer antes de morrer! 

Hoje em dia temos contato pelas redes sociais e tentamos manter a média de pelo menos um encontro por ano, e já estou aqui contando os dias para o próximo!

E você? Tem alguma história de viagem bacana pra contar? Então...


Compartilha, deixa a notícia viajar por aí, vai!


Write a comment

Comments: 1
  • #1

    sandra m.c.r.romano (Saturday, 28 March 2015 21:10)

    Mt bom vc ter encontrado a família e mais lindo ainda foi o jeito que vc descreveu o encontro! Bjs.