Como lidar com a prisão de ventre nas viagens

Por Rachel Duarte


Não sei nem como começar esse post, vai sair do jeito que tá saindo mesmo. Vou contar uma parada para vocês: hoje o dia tá esquisito. De manhã foi tudo normal. Resolvi ir no mercado comprar algumas coisas porque na minha geladeira só tinha água, alho e um três limões velhos. Não entendi esses limões, visto que a vodka tá cheia e daí poderia nascer uma bela bebida. Também precisava comprar itens para fazer a comida da Clô, a minha cachorra que tem a própria cama mas dorme no sofá, na minha cama e tem mais médicos especializados do que eu. Sim, eu faço a comida dela. Sem problemas e com muito amor <3. Ok, fui no mercado e já estava cheio para às 14h. As pessoas adoram umas comprinhas, mesmo sendo de itens para a despensa.

Saí do mercado. Carrinho pesado. Ainda comprei um porta bolo que não tinha sacola que coubesse. Beleza, levo a caixa na mão toda enrolada sem jeito, ainda bem que moro perto. 

Cheguei no prédio, elevador de serviço quebrado. Segundo o Josivaldo, o porteiro, uns 20 minutos atrás o social tava parado também. Bom, pelo menos um estava vivo quando cheguei. Abri a porta de casa, um bafo quente pra danar. Meu pai me ligou, conversamos. Fui pra cozinha fazer a comida da Clô e a minha também, tudo devidamente separado. Ela come arroz, frango e legumes e pra mim fiz arroz e brócolis gratinado. Abri uma cerveja para aliviar o calor, o ar condicionado tava demorando pra gelar! As paredes poderiam ser de gelo… 

Comecei a comer sentada de frente para o computador. Normal, sempre faço esse mau hábito. Entrei no blog para terminar um post que estava escrevendo. Sumiu! Minha lista toda de posts sumiu. Não sabia o que fazer. Entrei no Mozilla, no Chrome, no Iexplorer… nada! Fiquei nervosa, coloquei mais comida no prato. Mandei email para a galera do suporte. Continuei nervosa, quase queimei a comida da Clô. Atualizo as páginas para ver se a lista de posts aparece novamente. Porra nenhuma. Fico mais nervosa e penso em escrever sobre outros assuntos pendentes. Me vem sobre peido! Sei lá porque!!! Vou no bloco de notas do celular ver a lista de assuntos que tinha anotado. Apaguei! Puta que pariu Rachel!! Eu jurava que tinha algum assunto sobre banheiro, será que é daí que vem o peido? Sei lá, mas é sobre isso que eu vou falar então!

O que esse assunto tem a ver com viagem? Ahhh muita coisa! Dividir quarto com um único banheiro muitas vezes é sinônimo de amor

É claro que para cada espécie de pessoa a visão dessa situação é diferente. Eu conheço 3 tipos: o enfezado, o tranquilão e o cultivador de hemorroidas. 

- O ENFEZADO: é o mais sofrido, pobrezinho. É o cara que padece de prisão de ventre e que não há lacto purga que resolva esse problema. Ele senta, reza, faz massagem e nada acontece. Costuma ter a barriga inchada e endurecida. 

- O TRANQUILÃO: vai no banheiro quando dá aquela vontade e em 5 minutos já está sorrindo do lado de fora. Sua missão é cumprida com destreza e precisão. 

- O CULTIVADOR DE HEMORROIDAS: tem síndrome de rei. Não larga o trono por nada. É aquele cara que termina o serviço mas não sai do lugar, ficando horas ocupando o posto. Costuma ficar agarrado no celular ou em qualquer outra distração. 

como-lidar-com-a-prisao-de-ventre-durante-as-viagens

O que fazer para ajudar quem sofre de prisão de ventre

Eu estou escrevendo em solidariedade aos enfezados. Porque você que é tranquilão ou cultivador de hemorroidas, não sabe o que um quarto compartilhado com um único banheiro pode significar na vida de uma pessoa que tem relações problemáticas com o seu intestino! Esse post aqui também é para você que é o easy going do cocô, que não entende e ainda zomba de quem é enfezado. Você não tem a menor noção da dificuldade que é ser assim, tudo demanda tempo e concentração. Mas existem algumas coisinhas que você pode colaborar para ajudar ao seu companheiro de intestino preso a ter um momento mais glorioso no troninho:

- SAIA DO QUARTO 

Você é o bambam do banheiro, então faça o que você tiver que fazer e libere o espaço para o próximo. Problemas de constipação muitas vezes estão ligadas ao psicológico, e a sua presença no quarto é um problema gravíssimo. Cultivadores de hemorróida não devem cultivá-las nesse momento. Quando acabar a viagem elas serão suas novamente.

- COLOQUE UMA MÚSICA OU LIGUE A TV

Não deu para sair do quarto? Então coloque o som ou a tv em volume alto. Quem estiver no banheiro vai relaxar e não vai ser preocupar com os efeitos sonoros que de lá irão surgir.

- NÃO CONVERSE

A pior coisa desse mundo é quando a pessoa tá sentadinha, focada e vem um ser e começa a falar qualquer coisa!! Essa não é hora pra conversa, onde já se viu isso?!

- NÃO APRESSE

A pior coisa desse mundo, parte 2. Quem está com os bombons encarcerados precisa de tempo e de concentração. A pressa é inimiga da perfeição e da prisão de ventre.

- SAIA IMEDIATAMENTE DO BANHEIRO

Quando um enfezado sente vontade de ir ao banheiro, tem que sair todo mundo da frente. Ele precisa liberar o mal que lhe corrói naquele exato momento. Se não for ali e agora, já era. Tudo estará perdido e aprisionado novamente. Então se você estiver no banheiro, pegue o seu jornalzinho e saia na mesma hora. 

- NÃO QUESTIONAR

Se você observar o enfezado caminhando para o banheiro, jamais pergunte se ele irá fazer o número um ou o número dois. Se fizer essa pergunta, tudo fica inibido e volta-se a estaca zero.

O que fazer para melhorar a prisão de ventre

Quem sofre de intestino preso também precisa fazer a sua parte e aqui vão algumas dicas:

 

- NÃO DEIXE PARA AMANHÃ O QUE VOCÊ PODE FAZER HOJE

Vá ao banheiro. Não acumule, intestino não é mega sena. É aquele velho ditado que diz mais ou menos assim: viva o hoje porque não sabemos o que pode ser do dia de amanhã. Ou comece pela tarefa mais difícil para poder aproveitar as mais fáceis.

- PODE PEIDAR

Isso não tem nem que pedir! Todo mundo peida. Todo mundo precisa peidar. Mas por favor, vá em um lugar que o ar circule! 

- COMO ALIMENTOS QUE AJUDAM NO PROCESSO

As famosas fibras podem ser encontradas nas frutas como mamão, jaca, abacate e ameixa. Evite banana e goiaba. Outros alimentos fibrosos são as saladas verdes, os cereais integrais, e as frutas oleaginosas como nozes,castanhas e frutas secas.

- CRIA UMA PISCINA DENTRO DE VOCÊ

Não adianta nada se entupir de fibra e não beber líquido nenhum. Pode usar e abusar, uns 2 litros por dia da boa e velha água. Água de coco e sucos naturais também são ótimos. Não adianta contar as tulipas de chopp porque bebida alcoólica não ajuda e muito menos os refrigerantes.

- CONTINUE A ANDAR

Se mexer ajuda, então faça exercícios. Uma boa caminhada pode estimular o seu intestino e te ajudar que é uma beleza. E andar é uma das coisas que mais fazemos quando estamos viajando né?

- USE AS MÃOS

Faça massagens na barriga no sentido horário, isso também vai incentivar o seu intestino a reagir.

Bom, o dia por aqui continua esquisito e outras coisas estranhas já aconteceram. Mas eu disse que esse assunto peido, banheiro e prisão de ventre tinha tudo a ver com viagem. Não é mesmo?


Compartilha, deixa a notícia viajar por aí, vai!


Dá uma olhadinha aqui ó:


viajar-com-alguem-que-ronca

Viajando com quem ronca

como-fazer-a-mala-corretamente

Como fazer a mala de viagem corretamente

dias-basicas-como-fazer-roteiro-de-viagem

Organizando sua viagem | Dicas básicas de como montar roteiros